5 dicas para conquistar e fidelizar clientes

Fidelizar clientes

Fidelizar clientes é uma excelente estratégia para não gastar tempo (nem dinheiro) prospectando. Em um mercado concorrido como é o da advocacia, a qualidade dos serviços jurídicos deixou de ser um diferencial, especialmente na hora de fazer com que seus clientes voltem ou mesmo te indiquem.

Além da qualidade nos serviços jurídicos, é essencial criar um relacionamento sólido e que promova o chamado “encantamento do cliente”.  A criação desse vínculo, no entanto, requer que o escritório se foque totalmente no cliente, além de apostar em estratégias de médio e longo prazo.

Para saber o que fazer e como estruturar sua banca para fidelizar clientes, vale a pena conferir!

1. Olhe o seu escritório com os olhos do cliente

Se o seu objetivo é fidelizar clientes, você deve entregar a eles exatamente aquilo que ele deseja. “Mas, como fazer isso?”, você deve estar se perguntando! Simples, olhando seu trabalho pelo olhar do cliente. Se você fosse a um escritório de advocacia hoje, o que você esperaria do seu advogado? Como deveria ser o atendimento? De quanto em quanto tempo você esperaria ouvir um posicionamento sobre o seu processo ou sobre o seu caso?

Procure entender o seu cliente e aquilo que ele espera dos seus serviços jurídicos. Somente assim você será capaz de entregar aquilo que ele deseja e ele passará a ver valor no seu trabalho.

2. Invista no relacionamento

Durante muito tempo, a maioria dos advogados teve como principal foco do seu trabalho o aprimoramento técnico. Porém, de nada adianta você entregar resultados ao seu cliente se, antes disso, ele já te trocou por um concorrente!

O relacionamento é um ponto fundamental para fidelizar clientes, mas muitos advogados acabam deixando isso de lado por conta da rotina atribulada do escritório.

Além do atendimento pessoal, o advogado deve cuidar para que o cliente saiba que ele está dando a devida atenção ao seu caso. E, uma boa dica para fazer isso é otimizar parte do atendimento através de um software jurídico. Com essa ferramenta, fica mais fácil elaborar relatórios e enviar o andamento com maior frequência. Isso também elimina as inúmeras ligações que acontecem quando o cliente sente que não está recebendo o devido suporte.

3. Faça pesquisas de satisfação para fidelizar clientes

Para fidelizar clientes, o advogado precisa entender exatamente aquilo que o seu cliente espera dos seus serviços jurídicos. Somente assim, você conseguirá a satisfação do seu cliente e também é capaz de surpreendê-lo.

Para saber o que o seu cliente quer e como ele se sente com relação aos seus serviços jurídicos, uma ótima maneira é fazendo pesquisas de satisfação. Procure saber o que o seu cliente acha dos seus serviços. Essa é uma ótima maneira de aprimorar e entregar aquilo que ele realmente deseja.

[Quer saber o que seu cliente acha dos seus serviços jurídicos? Confira o que é o NPS!]

4. Aposte na tecnologia

Embora o atendimento seja uma questão central na hora de fidelizar clientes, todo advogado tem o desafio de conciliar a rotina atribulada do escritório com o suporte ideal. Para garantir que o seu cliente é bem atendido, você precisa otimizar a sua rotina interna e, a melhor forma de se fazer isso, é através de ferramentas específicas.

Os chatbots, por exemplo, são robôs que podem ser instalados diretamente no seu site, permitindo o atendimento de questões básicas e o direcionamento do cliente para o advogado que saberá solucionar a sua questão.

O uso de softwares jurídicos também é uma forma de organizar atividades e tarefas, permitindo que o advogado tenha mais tempo para se dedicar aos seus clientes.

5. Não foque o atendimento nos sócios

Muitos escritórios focam o atendimento de clientes apenas nos sócios. No entanto, muitas vezes quem conhece o caso e está mais capacitado para responder as dúvidas do cliente é o advogado que está a frente do caso ou do processo. Quando o cliente é atendido por alguém que não conhece o seu caso, ou confia em alguém que não está realmente a frente dele, cria-se uma sensação de insegurança que é extremamente prejudicial para o relacionamento.

Além disso, focar o atendimento de clientes nos sócios faz com que eles fiquem sobrecarregados com o passar do tempo. Na medida em que a cartela cresce, fica quase impossível dar atenção a todos os clientes de forma adequada.

Para evitar isso, o atendimento deve ser descentralizado, ou seja, qualquer membro do escritório deve ser capacitado para prestar um excelente atendimento. Para isso, uma boa dica é usar um software jurídico, onde todas as informações sobre um cliente podem ser acessadas com mais facilidade. Isso faz com que, abrindo a área do cliente, qualquer advogado possa checar o que está acontecendo e prestar o suporte adequado.

A fidelização é hoje um desafio para qualquer escritório de advocacia. Porém, ela deve ser uma das principais estratégias para quem quer vencer a concorrência. Se o seu objetivo é se destacar e ter um fluxo de clientes constante, é bom não perder tempo!

Gostou dessas dicas? Então, descubra também se a comunicação interna do seu escritório é eficiente e o que você pode fazer para melhorá-la! Clique aqui e saiba mais!