6 virtudes que os sócios gestores do escritório de advocacia devem ter.

6 virtudes que os sócios gestores do escritório de advocacia devem ter.

Nos pequenos escritórios, normalmente, as atividades tradicionais e rotinas jurídicas dos sócios acabam se somando a gestão do negócio. No entanto, na medida em que a sociedade cresce, é essencial que o sócio gestor assuma atividades focadas no desenvolvimento da sociedade, deixando de lado a prestação de serviços jurídicos.

Mais do que concentrar sua atuação nos bons resultados do escritório, o sócio gestor deve se preocupar em desenvolver algumas capacidades e habilidades para instaurar as boas práticas de gestão no seu negócio e realizar um bom trabalho.

Tais capacidades, serão primordiais para o sucesso e podem ser um diferencial entre um escritório com um futuro próspero ou uma sociedade de advogados que não consegue crescer.

Para te ajudar nesse desafio, separamos algumas dicas nesse artigo. Boa leitura.

1. Acione a sua visão empreendedora.

Só com uma visão empreendedora, o advogado é capaz de fazer mudanças na estrutura do escritório e conquistar melhores resultados. Por isso, o bom gestor deve estar com os olhos bem abertos para o mercado. Além de identificar oportunidades, ele deve saber se o posicionamento do seu escritório e as estratégias traçadas estão trazendo os resultados pretendidos.

Ao invés de cortar gastos e demitir colaboradores, um gestor empreendedor busca desenvolver áreas com maior demanda, moderniza os serviços para conquistar mais clientes e sabe como otimizar a estrutura sem que isso demande sacrifícios que comprometem o clima organizacional.

2. Estreite os seus laços com as inovações da área.

Além de ter uma visão empreendedora, o sócio gestor deve estar aberto e pronto para inovar.

A advocacia é uma profissão bastante tradicional. Porém, com o desenvolvimento da tecnologia, os escritórios que se recusam a se modernizar estão perdendo espaço e competitividade no mercado. Não tem jeito! A modernização é um caminho sem volta.

Porém, saber quais ferramentas adotar e quais são os recursos que são capazes de trazer mais resultados é uma decisão do sócio gestor. Logo, ele deve estar aberto para a inovação e deve saber avaliar quais são os recursos e ferramentas que permitem a melhoria do escritório como um todo.

3. Mantenha uma boa comunicação.

Outra virtude que deve ser trabalhada e aprimorada em um sócio gestor é a boa comunicação.

Um sócio gestor que não sabe transmitir sua mensagem e não deixa claro quais são suas estratégias e metas para a sociedade e seus colaboradores, acaba perdendo sua posição de liderança e deixa de inspirar os demais membros da sociedade. Uma boa comunicação é a base para engajar, agregar e fazer com que o seu time dê mais pelo seu escritório.

Logo, uma boa comunicação é essencial para um sócio gestor.

4. Seja sincero e honesto.

Quando um sócio gestor age com honestidade e é sincero, os demais advogados acabam acreditando no propósito maior do escritório e agem com mais confiança. A postura de um sócio gestor deve atrair e inspirar.

Por isso, a transparência nas ações, compreendida como a sinceridade e a honestidade são essenciais para quem ocupa essa função dentro de uma sociedade de advogados.

5. Seja exigente.

Um bom sócio gestor deve ser exigente com o seu time. Isso não significa ser grosseiro, ou agir com agressividade. Pelo contrário, é possível ser exigente agindo com respeito e franqueza.

Mostre sempre ao seu time de advogados o que você espera deles. Da mesma forma, mostre aos sócios quais são as metas e resultados que eles devem buscar em prol dos resultados para o escritório. Trabalhe com metas possíveis, mas cobre do seu time que elas sejam realizadas.

Falar por falar não traz respeito, inspiração e muito menos resultados. E um sócio gestor deve agir para conquistar todas essas coisas.

6. Aprenda a ouvir.

O sócio gestor deve estar sempre a par de tudo o que acontece dentro do seu escritório. Mais do que estar atento, esse profissional também sabe ouvir os seus funcionários e adequar as rotinas e práticas do escritório em prol de melhores resultados.

Ter um bom relacionamento e as portas abertas para escutar o seu time de advogados é essencial se você quer ser um bom sócio gestor. Eles devem ter a certeza de que parte do seu trabalho é proporcionar melhorias e devem ter a confiança necessária para “abrir o jogo” quando algo não está bem, sem que isso os prejudique profissionalmente.

Ser um sócio gestor requer uma série de habilidades e não somente virtudes. Mais do que o perfil, quem deseja ocupar essa posição deve ter em mente que sempre é possível desenvolver capacidades e talentos e esse aprimoramento profissional é, na maioria das vezes, um processo constante.

Bom, o objetivo dessas dicas é te ajudar a mudar a mentalidade da sua empresa e, por consequência, da sua equipe. Empresas de advocacia têm dinâmicas bem específicas de funcionamento e, na maioria das vezes, não têm nada em comum.

Sendo assim, se você almeja ser um sócio gestor melhor, fique atento ao dia a dia do seu escritório e da sua equipe para ter uma noção exata dos seus próximos passos.

Agora que você já sabe por onde começar, a primeira ação a ser tomada é contar com um bom software jurídico para te ajudar com o seu escritório.

Integra, ferramenta desenvolvida pelo PROMAD em 2008, é líder no segmento e foi pensado para modernizar o Direito e os escritórios de advocacia.

Atualmente, mais de 80 mil advogados em todo o Brasil utilizam o software. Pensado para cuidar da gestão de escritórios jurídicos, o Integra te ajuda, por exemplo, com a agenda, o fluxo de caixa, captura de intimações de sistemas eletrônicos entre outras funcionalidades.

Acesse www.promad.adv.br e conheça melhor o Integra, o software jurídico do advogado brasileiro.

Deixe uma resposta