Como escritórios jurídicos podem usar a produção de conteúdo como estratégia de marketing

Sabia que a produção de conteúdo é uma das principais estratégias de marketing? E agora os escritórios jurídicos também podem aproveitar essa estratégia para alavancar seus resultados.

Nesse artigo vamos mostrar como escritórios jurídicos podem usar a produção de conteúdo como estratégia de marketing. Descubra o que é marketing de conteúdo, como funciona e como aplicar ao seu negócio.

O que é marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é uma estratégia de marketing digital na qual as empresas criam conteúdo honesto, transparente e educacional. Tudo isso de forma personalizada e direcionada para o seu cliente ideal.

Em outras palavras, o marketing de conteúdo consiste em produzir o conteúdo certo, para as pessoas certas. Dessa forma a empresa é capaz de atrair clientes para produtos e serviços.

Normalmente, o objetivo da produção de conteúdo é gerar tráfego orgânico (gratuito, aumentar a geração de leads qualificados (clientes em potencial) e aumentar o número de vendas.

No caso dos escritórios jurídicos, isso significa mais clientes e mais casos em tramitação. Sem falar que com essa estratégia é possível alcançar clientes qualificados, gerando muito mais lucro para o empreendimento.

Uma estratégia de marketing de conteúdo bem elaborada coloca o seu escritório posição de líder de opinião no mercado. O conteúdo de qualidade é capaz de contribuir para a formação de um forte vínculo entre sua marca e os clientes.

Mas como os escritórios jurídicos podem usar a produção de conteúdo como estratégia de marketing? E quais são os tipos de conteúdo que podem ser implementados? É o que veremos agora.

Tipos de conteúdos que podem ser usados pelo escritório

Postagens no blog

Um dos principais conteúdos para escritórios jurídicos são os posts para blogs. Eles permitem levar informações de qualidade para o público-alvo.

Muitos são os temas que podem ser explorados nos artigos, dentro da área de especialidade do escritório.

Os artigos devem ser produzidos de acordo com a etapa de amadurecimento do cliente. Uma boa ideia é seguir o funil de vendas: conteúdos genéricos no topo, conteúdos intermediários no meio e conteúdos de venda ao final.

A proporção deve ser de 70% para artigos informativos. Os conteúdos com foco em venda devem corresponder a menos de 30% de todo o material produzido e publicado no blog do escritório.

Ebooks

Outro modelo de conteúdo para escritórios jurídicos são os e-books. Eles são excelentes para apresentar informações mais aprofundadas. Podem ser ilustrados e bem trabalhados no design, para que sejam mais atrativos.

Uma ótima estratégia é oferecer o e-book como recompensa digital, para o cadastro em uma lista de e-mail, inscrição em uma página, likes e similares. Dessa forma o conteúdo estará ajudando a atrair mais pessoas para o seu negócio.

Vídeo

Estudos de marketing recentes demonstram que o conteúdo em vídeo é capaz de vender mais do que o conteúdo em imagem e texto.

Escritórios de advocacia podem investir em vídeos informativos, publicados em canais próprios ou em plataformas de vídeo, como o YouTube. Assim como os artigos de blog, os vídeos ajudam na captação de clientes.

Infográficos

Nos infográficos o texto é a exceção e a imagem é a regra. São conteúdos muito visuais, que apresentam informações de forma dinâmica, simples e direta. São ótimos para comunicar com o público-alvo.

Como criar conteúdo relevante para o seu escritório

A chave para a criação de conteúdo relevante, seja no formato de vídeo, texto ou imagem é planejar. Antes de começar a publicar, vale a pena analisar o seu público, estudar a sua persona, determinar as melhores pautas e temas relevantes.

Conforme indicamos, a produção de conteúdo é uma das melhores estratégias de marketing para escritórios jurídicos. Por isso vale a pena começar a desenvolver e compartilhar conteúdo de qualidade.