Conheça as estratégias de marketing permitidas pelo código de ética da OAB.

Conheça as estratégias de marketing permitidas pelo código de ética da OAB.

Quando se trata de estratégias de marketing para um escritório de Direito o código de ética da OAB costuma ser bastante exigente e severo. Não são poucas as regras impostas pela organização sobre questões que envolvem marketing e é importante conhecê-las para não cometer erros. Nesse artigo vamos te dar dicas importantes para evitar transtornos.

O código de ética da OAB permite publicidade no mundo do Direito?

Sim. A questão é que o código de ética da OAB impõe uma série de limitações específicas para os advogados e escritórios de advocacia que têm o desejo de fazer algum tipo de publicidade.

É necessário compreender que as regras da OAB não devem desencorajar aqueles que pretendem utilizar estratégias de marketing para crescer no mercado. No meio do Direito elas são muito importantes, e talvez sejam a única forma de alcançar a notoriedade.

Sendo assim, é importante conhecer as normas a fundo para evitar irregularidades na sua estratégia de comunicação. A seguir vamos citar algumas das mais importantes para te ajudar a não cometer infrações:

Rádio e televisão.

Um advogado ou escritório de Direito não pode fazer publicidade nesse tipo de plataforma, sendo também vetada a propaganda em locais de circulação pública, como paredes de prédios ou eventos que não tenham a ver com a área jurídica.

Respeito aos colegas.

Esse é outro ponto muito bem apontado no código de ética da OAB. O advogado ou escritório que for fazer propaganda não pode, de maneira alguma, desrespeitar os seus colegas de profissão ou às instituições da área jurídica.

Manifestação pública.

Da mesma forma, pronunciamentos em prol de promoção em manifestações públicas são igualmente vetadas aos escritórios e advogados, e quem o fizer pode sofrer as penas cabíveis.

Dizeres chamativos e cores excêntricas.

Esses elementos normalmente usados nos comércios não podem ser usados nos escritórios de advocacia, de acordo com o código de ética da OAB. Embora comum nas propagandas do mundo jurídico, a prática é proibida.

Contratos impessoais.

Isso também não pode ser feito nem por um advogado, nem por um escritório de Direito.

Vincular publicidade de Direito a temas não relacionados a advocacia.

Por exemplo, não se pode oferecer desconto por serviços de um escritório por uma parceria com determinada loja, ou com certo prestador de serviço. Isso também fica proibido pelo código de ética da OAB.

Divulgação da forma de pagamento.

É outro ponto proibido por parte da OAB para os escritórios e advogados. Eles não podem apresentar suas formas de pagamento publicamente, assim como também não devem mostrar os valores dos serviços e apontar condições de gratuidade.

Catálogos de outros profissionais e empresas.

Mais um ponto vetado quando se trata das regras impostas pela Ordem de Advogados do Brasil, para aqueles que têm a pretensão de fazer propaganda.

Utilizar e-mail e celular.

Esses meios de comunicação são proibidos em termos de oferecimento de serviços. Você pode utilizar um e-mail marketing e outros tipos de conexão com o cliente, mas não ofertar os seus trabalhos, de jeito nenhum. Regras, mais uma vez, impostas pelo código de ética da OAB.

Existem punições para quem não segue essas regras.

Além de existirem punições também é importante dizer que as empresas que desconsideram o código de ética da OAB acabam se prejudicando, perdendo o respeito do mercado, dos clientes e da maior entidade do meio.

Considerar os apontamentos e limitações impostas pela OAB é o melhor caminho para trabalhar sempre bem, com seriedade e sem gerar desconfiança.

Agora que você já sabe o que precisa para investir tranquilo em marketing jurídico, comece a planejar os seus próximos passos na empreitada.

Você pode sempre contar com o auxílio de bons profissionais do segmento. A equipe de Marketing Jurídico do PROMAD, por exemplo, conta com designers especializados no universo jurídico, pautados pelo Estatuto da OAB, e está sempre pronta para conversar com os advogados sobre o papel do marketing jurídico nos escritórios de advocacia.

Acesse www.promad.adv.br e conheça melhor essa poderosa ferramenta.

Deixe uma resposta