Controller jurídico: quem é esse profissional e como ele pode auxiliar seu escritório

controller jurídico

A demanda pelo Controller jurídico é crescente no mercado. Cada dia mais, os advogados estão atentos a importância desse profissional responsável por absorver as atividades de suporte técnico e administrativo do escritório. Um Controller jurídico é um profissional que cuida para que as rotinas jurídicas funcionem, tornando a gestão do escritório mais eficiente.

Para saber quem é esse profissional, quais suas qualificações e quais os benefícios que ele pode gerar para a sua banca, não deixe de conferir!

Controller jurídico: por que ele é cada vez mais necessário?

A maior parte dos advogados já sabe da importância de contar com rotinas bem estruturadas dentro do próprio escritório. Mais do que organização, estabelecer rotinas jurídicas é essencial para aumentar a produtividade, melhorar a eficiência e a qualidade dos serviços jurídicos. Hoje, muitos escritórios contam com softwares jurídicos para auxiliar na sistematização dessas rotinas. Porém, embora um bom software seja imprescindível para uma gestão eficiente, essa ferramenta não elimina totalmente as atividades de suporte técnico e administrativo. Justamente por isso, a figura do Controller jurídico vem se tornando cada vez mais necessária.

Basta pensar, por exemplo, no simples recebimento de uma publicação. Toda vez que você recebe uma publicação no seu escritório é necessário cadastrá-la no sistema, lança-la na agenda, caso seja necessário contatar um correspondente, solicitar cópias, elaborar a peça, encaminhá-la para o protocolo, conferir o protocolo, arquivá-lo no sistema, entre outras atividades. Como você pode ver, o advogado ao receber uma publicação não fica apenas encarregado de redigir a peça correspondente ao momento do processo. Ele também precisa realizar uma série de atividades antes, durante e depois disso.

Mas, quem é o Controller jurídico?

O Controller jurídico nada mais é do que um profissional que executa todas as tarefas ligadas à gestão do escritório. Estas atividades podem ser tanto de suporte a área técnica jurídica, como também podem estar relacionadas aos resultados da produção jurídica.

De forma simplificada, o Controller jurídico é quem realiza todos os trabalhos administrativos para que o advogado possa focar sua energia e seu tempo no trabalho técnico. Usando o exemplo acima, o Controller jurídico é quem realiza todas essas atividades, como o cadastro no sistema, solicitação de cópias, contratação de correspondentes, preparo de guias, entre outras, para que o advogado fique focado apenas na produção intelectual.

Um Controller jurídico tem como principal foco retirar do advogado todas essas atividades que são essenciais para que a rotina do escritório flua, mas que, em contrapartida, acabam consumindo tempo e energia que poderá ser usado para gerar mais qualidade e resultados aos serviços jurídicos.

Expertise e formação

Há quem defenda que o Controller jurídico não precisa de conhecimentos específicos em Direito. Para muitos, tudo o que esse profissional precisa é treinamento para conhecer os processos internos e saber como agir. Outros defendem que a prática jurídica é essencial para esse profissional, uma vez que ele também cuidará de atividades relacionadas ao processo.

[Descubra como capacitar novos talentos para o seu escritório jurídico]

Algumas atividades típicas do dia a dia de um Controller jurídico são: cadastrar clientes e ações no sistema, ir ao fórum para fazer protocolos ou solicitar cópias, digitalizar documentos, contratar correspondentes, agendar audiências, arquivar petições, entre outras.

economizar software juridico

 

Controle de resultados

Além da execução dessas atividades, o Controller jurídico também é responsável por analisar os resultados da produção jurídica. Ele é quem monitora atividades que serão desempenhadas pelo time de advogados e geram impacto direto ao cliente. É o Controller jurídico, por exemplo, que organiza e monitora audiências e prazos fatais, além de fazer a leitura e o recebimento de publicações.

Quando contratar um Controller jurídico?

A contratação de um Controller jurídico pode trazer uma série de benefícios para o escritório. Mais do que organizar o dia a dia, esse profissional pode trazer impactos significativos na produtividade, cumprimento de prazos, gerenciamento de custos, planejamento financeiro e até o planejamento estratégico.

O Controller jurídico também pode melhorar rotinas internas, fazendo com que o dia a dia do escritório seja muito mais eficiente e produtivo.

Para que a contratação de um Controller jurídico gere impactos positivos, no entanto, é essencial que o escritório conte com um bom software jurídico e todas as rotinas estejam alinhadas com as ferramentas utilizadas.

Certamente um Controller jurídico pode representar um diferencial para escritórios de todos os portes e departamentos jurídicos. Até porque produtividade e uma boa gestão se transformaram em um fator de competitividade, considerando a alta concorrência do mercado.

Você já conhecia o Controller jurídico? Descubra também quais são as práticas que são mais valorizadas na advocacia. Clique aqui e saiba mais!