4 passos simples para começar a criar conteúdo jurídico

Para quem está acostumado com as petições, criar conteúdo jurídico pode parecer um desafio! Porém, com algumas dicas simples fica mais fácil. Confira! 😉

Se destacar no mercado da advocacia é uma tarefa cada vez mais difícil. Com tantos advogados no mercado, é preciso buscar alternativas para chamar a atenção da clientela de forma efetiva. E, uma das maneiras que vem gerando resultado é a criação de conteúdo jurídico na web.

O conteúdo jurídico tem como principal função atrair e criar um relacionamento com o seu potencial cliente. Além de favorecer a presença online, o conteúdo jurídico ajuda na criação de autoridade, facilita a prospecção e fortalece laços profissionais.

Se você é advogado e anda pensando em criar conteúdo para o seu site ou blog, seguem algumas dicas:

1. Mantenha o foco nos interesses e dúvidas do seu público

Muitos advogados quando decidem criar conteúdo jurídico ficam na dúvida sobre o que escrever exatamente. Alguns escritórios chegam a reproduzir o conteúdo veiculado nos sites dos Tribunais ou mesmo em portais que são referência para os advogados, tais como o Conjur ou Migalhas. Porém, essa estratégia não é nada boa. Além de prejudicar a visibilidade do escritório nos buscadores como o Google, por exemplo, os conteúdos reproduzidos nem sempre são interessantes para o seu público-alvo. Como resultado, o advogado acaba não chamado a atenção de quem pode ser seu cliente.

LEIA TAMBÉM: Como divulgar seus serviços sem violar as regras para marketing jurídico?

A melhor forma de criar um bom conteúdo jurídico é focar nas dúvidas do seu cliente e nos interesses do seu público-alvo. Saiu uma lei nova que altera a regulamentação de um setor o qual seus clientes trabalham? Escreva sobre ela! Seus clientes sempre estão te perguntando sobre quanto tempo um processo demora para ser julgado? Faça um post sobre isso.

2. Escreva de forma didática

O conteúdo jurídico, dentro de uma estratégia de marketing digital, tem como objetivo atrair e criar um relacionamento com seus clientes e potenciais clientes. Por isso, ele deve ser escrito em uma linguagem acessível e didática, explicando de forma objetiva e clara o tema desenvolvido.

Essa talvez seja uma das principais dificuldades dos advogados na hora de criar conteúdo jurídico com foco em marketing digital. Muitos estão habituados aos termos técnicos e ao famoso “juridiquês” e acabam se afastando do seu público-alvo justamente por conta disso. Procure escrever de forma simples, como se estivesse conversando com o seu cliente.

3. Use frases curtas

Os advogados têm uma tendência a utilizar períodos longos, encaixando na mesma frase ideias diferentes. Porém, isso prejudica a comunicação e a compreensão, especialmente no contexto da internet. Os internautas estão cada dia mais acostumados a leitura rápida e ao conteúdo sintético. Procure ser direto, evitando adjetivos ou advérbios. Frases com no máximo 20 palavras são bastante recomendadas para o conteúdo online.

Veja também: Por que é importante ter um site para advogado?

4. Aposte em um bom SEO para o seu conteúdo jurídico

Você já ouviu falar em SEO? Do inglês, essa sigla significa “search engine optimization”, mas na prática ela pode ser traduzida como o conjunto de estratégias que beneficiam a visibilidade do seu site ou página.

Quando você digita uma palavra ou frase no Google, por exemplo, ele te lança uma página com diversos links de sites e páginas sobre esse assunto, não é mesmo? Os links que aparecem nas primeiras posições são aqueles que tem um bom SEO.

Note que você, assim como qualquer pessoa, tende a clicar nos sites que estão na primeira posição, certo? E se esse site responde a sua dúvida, ou fala exatamente aquilo que você estava procurando, você não vai buscar outra referência.

Além de falar sobre aquilo que o seu público-alvo está buscando, o seu conteúdo jurídico também deve estar posicionado no topo dos buscadores. Mas como fazer isso? A forma mais fácil é fazendo uma pesquisa de palavras-chave.

O Google conta com uma ferramenta gratuita, o Keyword Planner, que pode te ajudar. Esse artigo aqui também explica como fazer uma boa pesquisa de palavras-chave para o seu conteúdo.

Criar conteúdo jurídico traz resultados e pode ser uma ótima maneira de dar destaque ao advogado!


Gostou dessas dicas? Então, não deixe de conferir mais dicas sobre como divulgar seus serviços sem ferir o Código de Ética! Clique aqui e saiba mais!