Descubra se o seu escritório utiliza as inovações tecnológicas do Direito como aliadas.

Descubra se o seu escritório utiliza as inovações tecnológicas do Direito como aliadas.

A advocacia é uma profissão bastante tradicional. Justamente por isso, muitos escritórios ainda trabalham ancorados em velhas práticas e desconhecem as muitas inovações jurídicas disponíveis no mercado.

Porém, nos últimos anos, muita coisa mudou com o aumento da concorrência, o desenvolvimento de novas tecnologias e à inclusão digital de forma geral. Por tudo isso, os escritórios precisam ir além da prestação dos serviços jurídicos. É necessário contar com ferramentas que garantam mais agilidade e beneficiem a performance do time.

Para conhecer as últimas inovações jurídicas, preparamos um artigo especial. Será que o seu escritório vem acompanhando as mudanças e está preparado para a era da advocacia digital? Confira.

Softwares jurídicos: mais funcionalidades a cada dia.

Para sobreviver a um mercado competitivo como é o da advocacia, adquirir um software deixou de ser uma tendência para se transformar em uma necessidade.

Com um software jurídico, o advogado consegue organizar a sua rotina com mais eficiência. Com essa ferramenta, é possível automatizar uma série de práticas no escritório, trazendo mais agilidade e qualidade na prestação dos serviços jurídicos. Embora os softwares não sejam propriamente uma novidade, a cada dia novas funcionalidades e tecnologias trazem ainda mais valor para essa ferramenta. Assim, ela certamente é um destaque entre as inovações jurídicas.

Por isso, para aumentar a rentabilidade da sua advocacia, preste atenção nas tendências e ferramentas presentes no mercado.

Jurimetria: a nova forma de analisar a jurisprudência.

A Jurimetria é outro recurso que vem ganhando destaque entre as inovações jurídicas. Utilizando modelos estatísticos, o advogado consegue analisar a jurisprudência com muito mais assertividade. Graças a esse recurso, é possível acessar o banco de decisões dos Tribunais e analisar decisões, peças, teses e outros dados. Isso confere ao advogado um panorama muito mais claro sobre jurisprudência e permite que o profissional tenha muito mais elementos para construir uma boa defesa do seu cliente.

Chatbot: robôs que melhoram o atendimento.

Serviços jurídicos são prestados de maneira pontual. Justamente por isso, muitos escritórios já perceberam que, mais do que investir na fidelização, é necessário proporcionar uma boa experiência ao cliente.
Afinal, são as “experiências positivas” que ajudam o escritório a conseguir indicações e recomendações no mercado, minimizando o esforço com o trabalho de prospecção.

Prestar um atendimento de qualidade, no entanto, é um grande desafio. Afinal, todo advogado conta com uma agenda repleta de tarefas para executar. Porém, com o avanço da tecnologia, já é possível automatizar algumas atividades do atendimento, garantindo agilidade e eficiência sem prejudicar a produtividade e o andamento da banca.

Os chatbots são robôs que são instalados nos sites ou aplicativos de mensagens. Por meio dessa ferramenta é possível responder dúvidas comuns e até direcionar o cliente para um advogado específico quando for o caso.

Inteligência artificial: inovações do mercado jurídico em prol da eficiência.

Uma das mais recentes inovações jurídicas é o uso da inteligência artificial. Utilizando robôs, muitos escritórios ganharam eficiência e agilidade na prestação dos serviços jurídicos.

Por meio da computação cognitiva, por exemplo, softwares de última geração conseguem processar informações de modo semelhante ao cérebro humano.

O robô da IBM batizado de Ross é um case bastante emblemático quando se trata de inteligência artificial na advocacia. O robô é capaz de analisar documentos, elaborar relatórios e até resumir peças processuais em segundos. Usando um sistema próprio, Ross e outros robôs conseguem
realizar – em poucos segundos – atividades que demandam uma equipe inteira de advogados.

Alguns dos escritórios que já utilizam a inteligência artificial afirmam que, além de aprimorar as estratégias do contencioso, os robôs praticamente eliminam atividades de suporte que consomem tempo e recursos de qualquer banca.

Bom, agora que você já sabe que a tecnologia é uma poderosa aliada, deixe de lado os velhos métodos e dê os primeiros passos na direção do novo. Uma das primeiras ações que você deve adotar é a automatização de rotinas jurídicas.

O primeiro passo para utilizar a tecnologia no Direito é contar com um bom software jurídico no seu escritório. O Integra, ferramenta desenvolvida pelo PROMAD em 2008, é líder no segmento e foi pensado para aprimorar as suas rotinas.

Atualmente, mais de 80 mil advogados em todo o Brasil utilizam o software. Pensado para cuidar da gestão de escritórios jurídicos, o Integra te ajuda, por exemplo, com a agenda, o fluxo de caixa, captura de intimações de sistemas eletrônicos entre outras funcionalidades.

Acesse www.promad.adv.br e conheça melhor o Integra, o software jurídico do advogado brasileiro.

Deixe uma resposta