Os 5 primeiros passos do Jovem Advogado no Marketing Jurídico.

Os 5 primeiros passos do Jovem Advogado no Marketing Jurídico.

Todos os dias, muitos estudantes ou advogados recém-formados se perguntam:
– Mas como vou me promover se eu acabei de concluir o curso de Direito? Isso é possível? É necessário?

Nós respondemos:
– É simples e, sim, tão possível quanto necessário!

A ideia do Marketing Jurídico à qual nos referimos vai muito além das estratégias mais bajuladas e repletas de grandes ações de marketing em sua essência. Sobretudo no início da vida profissional do advogado, promover as suas habilidades e encontrar maneiras simples de expor isso a quem realmente interessa já reflete muitos resultados.

O que queremos dizer com isso? Que você deve “se vender”: venda as suas ideias, a sua postura, a sua sabedoria e a sua vontade de crescer. Isso é fazer o seu próprio marketing pessoal. Assim, elaboramos cinco passos para que você entenda melhor o tema e tome como guia no início da sua carreira jurídica:

1. Tire o máximo dos estágios e experiências.

Aproveite enquanto você ainda não é obrigado a saber, ou seja, enquanto você ainda é estudante. Absorva todas as informações que estiverem ao seu alcance e mantenha-se próximo de pessoas que demonstrem estar dispostas a lhe ensinar.

2. Não esqueça de manter uma boa rede de contatos.

Networking é essencial. As suas relações originadas na faculdade com colegas e professores são o pontapé inicial para uma carreira repleta de contatos com os quais você posteriormente poderá contar. Mantenha esta rede alimentada e crie vínculos sempre que puder.

3) Invista em uma apresentação profissional.

Divulgue os seus serviços em todos os canais em que você achar que o seu público se encaixa. Procure um profissional que crie uma identidade visual que transmita confiança e produza cartões de visita: esta é uma ação simples, barata e eficaz. Se você ainda está em busca de um emprego, não esqueça de organizar um currículo bacana. Uma outra dica é manter um perfil atualizado em redes sociais como Facebook, Instagram e Linkedin.

4) Busque atuar sob uma postura profissional ideal.

É essencial que você saiba se portar, seja diante de clientes, de chefes e até mesmo no meio digital (vide nº 3). Esta etiqueta diz respeito desde a maneira como se veste até como você fala. Por isso, respeite a língua portuguesa! Outro ponto importante neste sentido é estar sempre atento à ética profissional do Direito e ao Código de ´´Ética da OAB.

5) Especialize-se em áreas que estão em alta ou que você tenha interesse.

O importante é manter-se sempre ativo. Pós-graduações, mestrados, doutorados etc. Tudo é sempre muito bem-vindo se você dominar o assunto e isso lhe render crescimento profissional e pessoal. Leia muito, diversifique os seus conhecimentos e amplie o seu vocabulário.

Agora que você já sabe como proceder, comece a planejar os seus próximos passos na direção de uma marca forte. A primeira ação é contar com o auxílio de bons profissionais do segmento.

A equipe de Marketing Jurídico do PROMAD, por exemplo, conta com designers especializados no universo jurídico, pautados pelo Estatuto da OAB, e está sempre pronta para conversar com os advogados sobre o papel do marketing jurídico nos escritórios de advocacia.

Acesse promad.adv.br e conheça melhor essa poderosa ferramenta.

Deixe uma resposta