Virtudes que um sócio-gestor de um escritório de advocacia deve ter

sócio-gestor

É comum que em pequenos escritórios, as atividades tradicionais de um sócio acabem se misturando com as de gestor. No entanto, na medida em que a sociedade cresce, é essencial que o sócio-gestor assuma atividades focadas no desenvolvimento da sociedade e acabe deixando de lado a prestação de serviços jurídicos.

Mais do que concentrar sua atuação nos bons resultados do escritório, o sócio-gestor deve cuidar de desenvolver algumas capacidades e habilidades, a fim de realizar um bom trabalho. Essas virtudes são verdadeiras chaves para o sucesso e podem ser um diferencial entre um escritório com um futuro próspero ou uma sociedade de advogados que não consegue crescer.

Ter uma visão empreendedora como sócio-gestor

Um bom gestor deve estar com os olhos bem abertos para o mercado. Além de identificar oportunidades, ele deve saber se o posicionamento do seu escritório e as estratégias traçadas estão trazendo os resultados pretendidos. Somente através de uma visão empreendedora, o advogado é capaz de fazer mudanças na estrutura do escritório para conquistar melhores resultados. Em vez de cortar gastos e demitir colaboradores, um gestor empreendedor busca desenvolver áreas com maior demanda, moderniza os serviços para conquistar mais clientes e sabe como otimizar a estrutura sem que isso demande sacrifícios que comprometem o clima organizacional.

Lidar bem com a inovação

Além de ter uma visão empreendedora, o sócio-gestor deve estar aberto para a inovação. A advocacia é uma profissão bastante tradicional. Porém, com o desenvolvimento da tecnologia, os escritórios que se recusam a se modernizar estão perdendo espaço e competitividade no mercado. Não tem jeito! A modernização é um caminho sem volta! Porém, saber quais ferramentas adotar e quais são os recursos que são capazes de trazer mais resultados é uma decisão do sócio-gestor. Logo, ele deve estar aberto para a inovação e deve saber avaliar quais são os recursos e ferramentas que permitem a melhoria do escritório como um todo.

Ter uma boa comunicação

Outra virtude que deve ser trabalhada e aprimorada em um sócio-gestor é a boa comunicação. Um sócio-gestor que não sabe transmitir sua mensagem e não deixa claro quais são suas estratégias e metas para a sociedade e seus colaboradores, acaba perdendo sua posição de liderança e deixa de inspirar os demais membros da sociedade. Uma boa comunicação é a base para engajar, agregar e fazer com que o seu time dê mais pelo seu escritório. Logo, uma boa comunicação é essencial para um sócio-gestor.

[Você sabia que uma boa comunicação interna é a base de um escritório de sucesso? Descubra como melhorar a comunicação do seu time de advogados!]

Ser sincero e honesto

Quando um sócio-gestor age com honestidade e é sincero, os demais advogados acabam acreditando no propósito maior do escritório e agem com mais confiança. A postura de um sócio-gestor deve atrair e inspirar. Por isso, a transparência nas ações, compreendida como a sinceridade e a honestidade são essenciais para quem ocupa essa função dentro de uma sociedade de advogados.

Ser exigente

Um bom sócio-gestor deve ser exigente com o seu time. Isso não significa ser grosseiro, ou agir com agressividade. Pelo contrário, é possível ser exigente agindo com respeito e franqueza. Mostre sempre aos seu time de advogados o que você espera deles. Da mesma forma, mostre aos sócios quais são as metas e resultados que eles devem buscar em prol de trazer mais resultados para o escritório. Trabalhe com metas possíveis, mas cobre do seu time que elas sejam realizadas. Falar por falar não traz respeito, inspiração e muito menos resultados. E um sócio-gestor deve agir para conquistar todas essas coisas.

Saber ouvir

Um bom sócio-gestor está a par de tudo o que acontece dentro do seu escritório. Mais do que estar atento, esse profissional também sabe ouvir seus funcionários e adequar as rotinas e práticas do escritório em prol de melhores resultados. Ter um bom relacionamento e as portas abertas para escutar o seu time de advogados é essencial se você quer ser um bom sócio-gestor. Eles devem ter a certeza que parte do seu trabalho é proporcionar melhorias e devem ter a confiança necessária para “abrir o jogo” quando algo não está bem, sem que isso os prejudique profissionalmente.

Ser um sócio-gestor requer uma série de habilidades e não somente virtudes. Mais do que o perfil, quem deseja ocupar essa posição deve ter em mente que sempre é possível desenvolver capacidades e talentos e esse aprimoramento profissional é, na maioria das vezes, um processo constante.

Gostou de saber quais são as principais virtudes de um sócio-gestor? Confira também como um coaching para advogados pode ajudar você a atingir objetivos na sua carreira e até se aprimorar como líder. Clique aqui e saiba mais!