Entenda por que usar documentos jurídicos prontos é essencial

⏰ TEMPO DE LEITURA: 3 MINUTOS |

Um levantamento feito pela PwC em 2013 apontou que a maior parte dos profissionais chega a perder 50% do seu tempo apenas buscando documentos e informações. Para os escritórios de advocacia, em que os documentos têm um papel central, este dado é alarmante! Mas como evitar que o advogado perca tanto tempo buscando documentos e informações? Uma boa gestão de documentos alinhada com a elaboração de documentos jurídicos prontos pode ser a solução!

Para saber como organizar seu acervo de documentos prontos e como garantir mais eficiência para o seu escritório de advocacia, não deixe de conferir!

Por que investir em documentos jurídicos prontos?

Todo advogado sabe que documentos e peças jurídicas possuem uma grande importância no dia a dia do escritório. Afinal, é por meio dos documentos que o advogado presta seus serviços.

Não é à toa que a gestão de documentos vem ganhando tanta importância dentro dos escritórios de advocacia. Muitos profissionais ainda se sentem perdidos na hora de administrar arquivos físicos, documentos digitalizados, pastas e sistemas internos. Para muitos, falta organização e até mesmo ferramentas que ofereçam agilidade na hora de localizar ou mesmo elaborar um documento.

A má gestão de documentos compromete não apenas a produtividade, como também recursos do escritório. Todo advogado sabe que tempo é dinheiro. Logo, perder tempo localizando documentos e gastar papel com impressões que poderiam ser compartilhados através de um software jurídico, por exemplo, é algo que merece atenção.

[Seu escritório está acompanhando as últimas transformações da advocacia? Não deixe de conferir as principais inovações do mercado!]

Minimizando os riscos

Mesmo depois de passar por diversas aulas de prática jurídica na faculdade, muitos advogados ainda recorrem aos documentos prontos presentes na internet. Mas, porque isso acontece? Simples! Por uma questão de praticidade.

Advogados que estão ativos no mercado contam com total capacidade de redigir uma peça ou contrato. Porém, como a maioria dos profissionais lida com a correria do dia a dia, os modelos prontos aparecem como uma forma de otimizar a rotina.

Os documentos prontos, no entanto, representam alguns riscos. Nem sempre eles contam com uma boa estrutura e muitos podem até conter erros. Ao usar modelos de documentos jurídicos prontos, o advogado deve montar seu próprio acervo, criando peças e contratos que possam ser personalizados.

Use a tecnologia a seu favor!

A boa notícia é que construir esse acervo não é nenhuma tarefa impossível. Com o uso da tecnologia, ficou ainda mais fácil ter uma biblioteca desse tipo para o seu escritório. Hoje, alguns softwares jurídicos possibilitam o armazenamento de documentos na nuvem. Além da facilidade em armazená-los, é possível compartilhá-los com a equipe, que poderá usar os modelos de forma simultânea.

Com esse tipo de recurso, ficou muito mais simples e prático criar um acervo próprio de documentos prontos. Agora basta selecionar as melhores peças que o seu escritório produziu e incluí-las na nuvem. A colaboração dos advogados na elaboração de novas peças e na atualização dos documentos existentes também é importante!

Novas práticas para um mercado cada vez mais competitivo

Abrir mão de velhos modelos de gestão vem deixando de ser uma tendência para se transformar em uma necessidade. Diante de um mercado cada vez mais competitivo, o advogado não pode deixar a produtividade e a alta performance do seu time para depois.

Localizar e elaborar documentos não é um mero detalhe no cotidiano de qualquer banca. Logo, o advogado deve, sim, se preocupar em garantir mais agilidade e eficiência na gestão de documentos jurídicos prontos. Ter um acervo próprio, como explicamos, é um ótimo começo para facilitar a rotina do escritório, trazendo mais praticidade ao advogado.

Gostou dessas dicas? Então confira a melhor forma de usar determinados termos jurídicos para elaborar documentos prontos com a máxima qualidade! Clique aqui e saiba mais!