Checklist: 6 técnicas de gerenciamento de tempo para advogados

No início da carreira, a maior parte dos advogados não conta com recursos para contratar uma equipe. Por isso, é comum acumular funções e se sentir sobrecarregado com o excesso de tarefas. Como resolver isso? Respondemos: com boas técnicas de gerenciamento de tempo.

Para sobreviver a um mercado competitivo e se destacar, o jovem advogado precisa contar com boas ferramentas. Assim, o profissional consegue ser produtivo e principalmente manter uma boa qualidade dos serviços. Para saber como realizar um gerenciamento de tempo eficiente, que garanta uma alta performance ao profissional, vale a pena seguir estas dicas!

1. Defina prioridades para o seu dia

Se você é do tipo de profissional que chega no escritório e já faz aquela imensa lista de tarefas, saiba que essa maneira de se organizar pode estar te deixando exausto e desmotivado! Advogados que não sabem definir prioridades, costumam passar o dia correndo atrás de tarefas. Por isso, antes mesmo de começar o seu dia, uma das técnicas de gerenciamento de tempo consiste em definir quais são as tarefas que devem ser realizadas com urgência e quais são as tarefas que são realmente importantes.

Comece executando sempre aquelas tarefas que são consideradas urgentes e, depois, passe as tarefas que são importantes. Isso faz com que você tenha maior controle sobre a sua agenda e não precise parar tudo para resolver algo que efetivamente é urgente.

2. Realize tarefas em blocos

Uma das técnicas de gerenciamento de tempo que auxilia o advogado é a execução de tarefas em bloco. Isso faz com que você imponha ritmo na execução e acabe finalizando as atividades mais rápido. No caso dos advogados, por exemplo, se você precisa redigir ou revisar algumas peças processuais, reserve um bloco de tempo exclusivo para isso. O mesmo vale para o gerenciamento de processos ou reuniões com clientes. Isso faz com que você otimize seu tempo e tenha mais eficiência no cumprimento das suas tarefas.

3. Valorize as tarefas cumpridas

As tarefas são intermináveis. Sempre. A cada dia vão surgir novas demandas, novos processos, novos clientes. Por isso, é importante que o advogado saiba valorizar aquilo que já fez e não fique apenas focado naquilo que ainda precisa ser executado.

Quando o profissional não sabe valorizar suas tarefas cumpridas é comum que se sinta ansioso, nervoso e seja menos produtivo. Assim, é fundamental aceitar que as tarefas nunca irão se acabar e a execução deve sempre ser valorizada.

4. Técnicas de gerenciamento versus distrações

Atualmente, a maioria dos profissionais possuem algum déficit relacionado a foco. Nada mais natural, afinal, o que não faltam são notificações do WhatsApp, e-mails que pulam na tela e as redes sociais para nos distraírem diariamente. De nada adianta você ser um profundo conhecedor de técnicas de gerenciamento de tempo, se você não consegue colocar limites para as redes sociais, grupos do WhatsApp e outras formas modernas de distração.

Para atividades que demandam um foco pleno, como a elaboração de peças e estudos de caso, é fundamental que o advogado desligue as notificações e saiba ficar offline. Isso ajuda a realizar as tarefas com mais qualidade e em menor tempo.

5. Conte com a tecnologia

A tecnologia pode ser uma ótima solução para profissionais que precisam gerenciar múltiplas tarefas e precisam otimizar seu tempo. No caso dos advogados, alguns softwares jurídicos automatizam a gestão de processos, clientes e até do próprio escritório. Isso possibilita que o advogado gaste menos tempo em tarefas repetitivas e tenha mais espaço na agenda para trabalhar com atenção nas atividades que exigem maior qualidade e excelência.

6. Descanse

Não leve trabalho para casa e procure estabelecer horários para trabalhar. Devido ao acumulo de tarefas, muitos advogados no início da carreira acabam não descansando adequadamente, o que gera muito estresse, falta de motivação e até problemas pessoais. Com o avanço da tecnologia, hoje não existem mais fronteiras entre a vida pessoal e a vida profissional. Por isso, cabe ao advogado estabelecer limites e buscar o equilíbrio para se sentir constantemente produtivo e também estimulado.

Não existe somente estas técnicas de gerenciamento de tempo que são válidas todos os profissionais. O ideal é que o advogado teste diferentes opções de ferramentas para sua rotina, avaliando aquela que é mais eficiente e produtiva.


Gostou dessas dicas? Então, não deixe de conferir algumas soluções para o jovem advogado para gerenciar melhor seu dia a dia. Clique aqui e saiba mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *