Tudo o que você precisa saber sobre Direito Imobiliário

direito imobiliario
⏰ TEMPO DE LEITURA: 5 MINUTOS |

O Direito Imobiliário é uma das áreas que mais sofre com os impactos da economia. Afinal, quando o mercado está aquecido, as operações imobiliárias são abundantes. Já em um cenário de crise, a compra e venda de imóveis, lançamentos de empreendimentos e até a fusão de empresas são mais raros, diminuindo consideravelmente a demanda.

Apesar das instabilidades, é possível desenvolver um setor imobiliário no seu escritório que seja suficientemente rentável. Para isso, é preciso observar o mercado e apostar na oferta estratégica de serviços jurídicos.

Para saber mais sobre os campos de atuação e serviços que podem ser interessantes, independentemente do cenário econômico, não deixe de conferir!

Direito Imobiliário: o que é preciso para ser um advogado completo e atuar na área

Embora o Direito Imobiliário conte com algumas leis específicas, ele é um ramo que possui bastante afinidade com outras áreas. Dificilmente um caso de imobiliário não esbarra em questões envolvendo o Direito Civil, Tributário, Ambiental, Administrativo, Urbanístico, entre outros. Justamente por esse motivo, quem pretende se destacar na área, deve investir em uma boa base e buscar se atualizar constantemente. A criatividade é outro aspecto importante para o advogado que atua em imobiliário, afinal, muitas vezes a solução jurídica de um caso necessita de interpretações que nem sempre estão presentes na doutrina ou na jurisprudência.

Um bom advogado da área imobiliária também deve saber interpretar as tendências do mercado, para oferecer os serviços certos e chamar a atenção de potenciais clientes mesmo em épocas onde as demandas são mais baixas.

Por fim, é essencial manter um networking estratégico com profissionais e escritórios de áreas afins, para que a prospecção de clientes seja mais fácil e o fluxo de trabalho mais constante.

[Quer saber como desenvolver um bom networking para o seu escritório? Confira nossas dicas!]

Áreas de atuação

Existem diversas tarefas que o profissional pode desempenhar com uma especialização em Direito Imobiliário. Algumas delas, vamos tratar abaixo.

Consultivo

As operações imobiliárias, de maneira geral, envolvem grandes valores financeiros. Justamente por isso, o processo de tomada de decisões deve ser estratégico e contar com uma boa assessoria para que o cliente não perca o investimento.

Na área consultiva, o advogado analisa documentos e a legislação, apontando os riscos da operação imobiliária. Com o suporte de um profissional, as negociações tornam-se mais seguras e podem evitar problemas futuros para o cliente.

Contencioso

Impasses e problemas envolvendo a compra e venda, locação e até a transmissão de imóveis sempre vão existir. No entanto, mais do que conhecer a lei e montar boas teses a favor do interesse do cliente, o advogado da área imobiliária deve saber negociar e assumir uma posição de facilitador, evitando ao máximo que o conflito cresça.

Hoje, o próprio Código de Processo Civil incentiva a conciliação em detrimento do litígio. Assim, cabe ao advogado da área imobiliária conhecer bem a lei para propor soluções inteligentes e que evitem o desgaste para o seu cliente.

Incorporações imobiliárias

Independentemente das movimentações do mercado, o setor da construção civil nunca para. E, um advogado da área imobiliária é uma peça-chave na hora de obter a aprovação de projetos, licenças e até os registros no Cartório. Ele também pode atuar na elaboração de convenções e outros atos necessários para a constituição do condomínio.

Acompanhamento de serviços registrais

Retificação de área, georreferenciamento, desmembramento e unificação, todos esses atos que trazem consequências para a matrícula de um imóvel devem contar com o suporte de um especialista. Isso porque detalhes ou mesmo falhas que ocorrem pela falta de conhecimento da legislação podem afetar a regularização do imóvel. Por isso, um advogado imobiliário nesse tipo de operação é essencial.

Fundos de investimento imobiliário

É crescente o número de pessoas que pretende diversificar sua carteira de investimentos assumindo mais riscos em troca de uma alta rentabilidade. Justamente por isso, os Fundos de Investimento Imobiliário vêm ganhando mais força no mercado.

A atuação de um advogado na análise de ativos, prospectos e instrumentos contratuais é fundamental para a avaliação do risco no investimento. Uma boa assessoria jurídica em casos como este podem trazer ganhos significativos no futuro e gerar mais oportunidades ao cliente.

Estas são apenas algumas das possibilidades de atuação com o Direito Imobiliário que podem tornar o setor forte e rentável dentro do seu escritório. Lembrando que a observação do mercado é essencial para quem pretende atuar na área, porém, sem criatividade e inovação é impossível aproveitar as demandas que são pouco exploradas e podem ser muito interessantes para o escritório.

Gostou dessas dicas sobre Direito Imobiliário? Pensando em desenvolver novas áreas de atuação? Confira as tendências na advocacia para 2019. Baixe nosso e-book aqui!