Por que criar uma rede de advogados parceiros?

advogados parceiros

A formação de uma rede de advogados parceiros pode significar uma oportunidade e tanto de crescimento profissional e do próprio escritório. Para quem ainda não conhece ou não está familiarizado com esse tipo de organização, tudo se resume a cooperação, em diferentes níveis, entre escritórios de advocacia. Cooperação essa que pode ser técnica ou comercial, para a viabilização de ações que gerem dividendos para todos os envolvidos. 

Em alguma medida, trata-se de enxergar um concorrente como um  potencial aliado e a partir disso conquistar espaço no mercado de forma conjunta. No post de hoje, vamos tratar de como esse tipo de parceria pode se realizar. Não deixe de conferir!

Cooperação técnica

No mercado advocatício, os escritórios costumam se especializar em determinados segmentos do Direito. Essa é, inclusive, uma tendência do mundo do trabalho contemporâneo, em que tudo leva a crer que caminhamos para uma superespecialização. Acontece que nem toda demanda jurídica está circunscrita ao segmento “A” ou “B” e na formulação de estratégia para determinado caso pode ser necessário enveredar por uma área na qual não se domina. 

É nesse contexto que a parceria com determinado escritório para cooperação técnica se faz relevante. Nesse tipo de parceria, pode se estabelecer uma via de mão dupla em que, de parte a parte, cada grupo de advogados oferece consultorias informais para o melhor atendimento de seus respectivos clientes.

Ações combinadas de marketing

Marketing jurídico é outro assunto do momento e também pode ser objeto de ações formuladas por uma rede de advogados parceiros. Em se tratando de marketing digital principalmente, esse tipo de parceria é mais que desejável.

Nesse sentido, podemos tomar como exemplo uma estratégia de produção de conteúdo. Para ganhar relevância em mecanismos de busca como o Google, um site precisa receber menções de outras páginas, de modo que quanto maior o número de menções, melhor posicionada essa página estará nas buscas. E como se sabe, estar nas primeiras posições nas buscas por determinados termos é algo que interessa a qualquer empresa que investe em presença digital.

Pensemos, então, no blog de determinado escritório que traz conteúdo com temas relevantes sobre Direito. Para melhorar seu posicionamento em buscas, esse blog pode fazer menções em algumas de suas publicações a conteúdos de páginas de escritórios parceiros e vice-versa. Nessa troca, as duas páginas ganham relevância para os algoritmos do Google. 

Parcerias comerciais via rede de escritórios parceiros

A realização de parcerias comerciais é outra possibilidade a ser explorada por uma rede de advogados parceiros. Nesse sentido, são possíveis muitos tipos de parcerias, que podem vir a ser, por exemplo, o compartilhamento de uma mesma sede para o escritório, como o andar de um prédio ou um conjunto de salas. 

Outra possibilidade é uma cooperação baseada em indicações, em que escritórios de uma rede de advogados parceiros indiquem clientes cujas demandas apresentadas não sejam compatíveis com a oferta de serviços do próprio escritório. Isso favorece a formação de um ciclo virtuoso, que tem o potencial de alavancar o faturamento de todos os envolvidos.

 

Depois de conferir todas as nossas dicas sobre rede de advogados parceiros, que tal continuar a acompanhar mais conteúdo relevante sobre o mercado jurídico? Em mais este artigo de nosso blog falamos sobre sociedade de advogados e quando aderir a esse tipo de organização.