Por que investir em conhecimentos específicos na advocacia?

Por que investir em conhecimentos específicos na advocacia?

Você sabia que investir em conhecimento específico não impede que você atue também como um advogado generalista?

Nesse artigo vamos explicar como aliar conhecimento específico e generalista pode ser bastante benéfico para o seu escritório. Confira!

Conhecimento específico: por que ele é tão importante?

Imagine que você tem uma questão jurídica relevante para resolver. Você contrataria qualquer advogado para cuidar do seu caso? Bom, você já sabe a resposta, afinal, não é difícil pensar como um cliente. Logo, não é difícil entender a importância de se investir em um conhecimento específico para você se posicionar como um especialista no mercado.

A área jurídica, como a maior parte dos advogados sabe, é bastante competitiva. Por isso, mais do que determinar uma área de atuação, é fundamental se posicionar como uma referência, dedicando-se a um conhecimento específico que lhe garanta esse status.

Atualmente, a maioria dos clientes busca especialistas. Logo, encontrar o seu nicho, entender o que os seus potenciais clientes buscam e ir atrás de conhecimentos que transformem você no advogado que eles querem é, sem dúvida, uma estratégia com ótimas chances de sucesso.

Venda como especialista, aja como generalista.

Esqueça o medo de se apresentar como um especialista. Se você não conta com uma cartela de clientes fiéis, esse tipo de temor pode afastar ótimas oportunidades de trabalho.

Isso porque, ao se posicionar como um especialista, você não excluirá a atuação generalista. Basta deixar isso claro para o cliente. Assim, desde que ateste a sua qualidade e competência, muito provavelmente o cliente vai te contratar e indicar o seu escritório para outras demandas, independente da sua especialidade.

Confiança e reputação são essenciais na hora de fechar um contrato de honorários. Por isso, quando o cliente passa a confiar em um advogado / escritório, as chances de que novas oportunidades surjam é muito maior.

Um bom caso para reforçar essa tese é a estratégia de vendas do Starbucks. O que a renomada marca de cafeterias vende e promove é um bom café. Entretanto, a Starbucks conquista os seus clientes oferecendo um espaço diferenciado, exclusividade e comodidade. Tudo isso junto com o seu café.

Como escolher uma área de conhecimento específico.

Agora que você já sabe a importância de se posicionar como um advogado especialista e de investir em conhecimento específico, a pergunta que não quer calar é: mas em qual área investir?

O Direito conta com uma série de ramos e especializar-se em um deles nem sempre é uma tarefa fácil. No entanto, a experiência na faculdade ajuda a maioria dos advogados a reconhecerem as áreas com as quais têm maior afinidade.

O ideal é apostar numa área que você gosta e tem vontade de se especializar. Mais do que olhar para as tendências do mercado, invista na sua vocação. Afinal, os resultados do seu trabalho dependem mais de desempenho e afinidade, do que das regras que ditam o mercado.

Porém, não existe de fato uma regra para o assunto. Pode ser que estudando mais sobre Direito Civil, por exemplo, você descubra que o Direito do Consumidor Empresarial tem mais a ver com o seu perfil.

Comece agindo um pouco pela intuição e, aos poucos, vá afunilando mais e mais os seus conhecimentos até descobrir a sua real vocação.

Conhecimentos específicos versus dinâmica do Direito.

Como todo advogado sabe, a advocacia não é uma área estanque. Na medida em que a sociedade vai mudando, a tendência é que as leis e os posicionamentos dos Tribunais também se modifiquem.

Por isso, manter-se atualizado, mesmo que você seja um especialista na sua área, é essencial. Comparecer à eventos, ler artigos, acompanhar blogs e participar de mesas de discussões são algumas das maneiras de se manter atualizado, sem que isso demande muito tempo e recursos.

De toda forma, não existe uma receita de sucesso para o advogado que busca uma especialização. Mas uma coisa é fato: estudar sempre vai valer a pena.

Portanto, seja você um jovem advogado, ou um profissional consolidado em busca de atualização, lembre-se: toda a especialização exige disciplina e dedicação. Principalmente porque você vai ter que reservar mais um espaço na sua atribulada agenda para dedicar aos estudos.

Agora que você já sabe por onde começar, a primeira ação a ser tomada é contar com um software jurídico para te ajudar ao longo da sua carreira.

Integra, ferramenta desenvolvida pelo PROMAD em 2008, é líder no segmento e foi pensado para aprimorar a organização das suas rotinas jurídicas.

Atualmente, mais de 80 mil advogados em todo o Brasil utilizam o software. Pensado para cuidar da gestão de escritórios jurídicos, o Integra te ajuda, por exemplo, com a agenda, o fluxo de caixa, captura de intimações de sistemas eletrônicos entre outras funcionalidades.

Acesse www.promad.adv.br e conheça melhor o Integra, o software jurídico do advogado brasileiro.

Deixe uma resposta